Guia Turístico

Para satisfazer a sede de cultura dos seus visitantes, esta freguesia tem para oferecer um património que é essencialmente, uma herança cultural. Pode ostentar séculos ou milénios, mas deve sempre ser entendido como um conjunto de manifestações que emana dos mais diversos graus do conhecimento humano, gerado por múltiplas gerações, que à sua maneira, compreenderam a necessidade de transmitirem algo aos vindouros.

O património, passado ou actual, funciona sempre como a consciência unificadora de uma identidade histórico-cultural, como se pode verificar, visitando em Ansiães:

Igreja Matriz, situada no lugar de casal, datada de final do século XIX; duas alminhas de Nossa Senhora, que se encontram junto à Igreja; as capelas públicas de Santo António – Lugar do Eido, de São Lourenço e de Nossa Senhora de Moreira – no lugar do Baldio, e as particulares da Casa da Cal e de Nossa Senhora da Soledade;

O Baldio com manchas florestais de pinheirocarvalho e castanheiro, que representa o principal património natural de Ansiães; Os viveiros de Trutas, que ocupam uma área com cerca de um hectare, no interior do baldio; a lameira; a barragem da Póvoa e a Zona do Ramalho. Para melhor receber os visitantes e turistas, esta freguesia dispõe da Pousada de São Gonçalo e do Parque de Campismo.